Caged

Pequenos negócios fecham trimestre com saldo positivo de empregos

Contratações nos dois primeiros meses compensaram fechamento de vagas em março

Brasília - No primeiro trimestre deste ano, as micro e pequenas empresas apresentaram um saldo positivo de geração de empregos de 60,7 mil vagas, enquanto que as médias e grandes empresas encerraram 138,8 mil postos de trabalho.  Os dados são do levantamento feito mensalmente pelo Sebrae com base nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.  

“Apesar dos pequenos negócios terem apresentado um saldo negativo em março, o bom desempenho do começo do ano compensou essas demissões”, afirma o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.  Depois de dois meses consecutivos com um número maior de contratações do que de demissões, as micro e pequenas empresas apresentaram em março um saldo negativo de 31,6 mil vagas, número inferior ao das médias e grandes que encerraram 36,5 mil vagas. No comparativo com o mesmo período do ano passado, o saldo dos pequenos negócios foi menos negativo. Em março do ano passado, foram encerradas 46,9 mil vagas.

Quando analisada a geração de emprego por setor no terceiro mês do ano, apenas as micro e pequenas empresas que atuam no setor de Serviços registraram saldo positivo  de cerca de 4 mil empregos. Nesse setor, destacaram-se os pequenos negócios que atuam nos segmentos de ensino, de comércio e administração de imóveis, transportes e comunicações e serviços médicos, odontológicos e veterinários.  O setor com o maior encerramento de vagas, por parte das micro e pequenas empresas, foi o Comércio com 23,8 mil.

 

Mais informações:

Assessoria de Imprensa Sebrae

(61) 2107-9117/9118

imprensa@sebrae.com.br


Para empreendedores

Central de Relacionamento Sebrae

0800 570 0800 

Tags: Caged, geração de emprego