Gestão

Afif recebe homenagem de dirigentes do Sebrae em reunião da Abase

Presidente do Sebrae afirmou que não vai abandonar a causa das micro e pequenas empresas e pediu aos diretores que continuem lutando pela geração de emprego e renda

O presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos recebeu nesta quinta-feira (6) uma homenagem dos diretores da instituição de todo o país, durante a última reunião da Associação Brasileira de Sebrae Estaduais (Abase), em Brasília. Depois de se despedir dos dirigentes, Afif foi presenteado com uma placa. Em seu discurso, ele afirmou que deixará o posto, mas continuará na defesa dos pequenos negócios. “Estou saindo do Sebrae, mas não estou saindo da causa e continuarei militando por essa bandeira, que é a do Brasil real”, afirmou.
 
Afif pediu aos dirigentes para não se abaterem com possíveis investidas em torno do Sebrae, como a retirada de recursos para as micro e pequenas empresas. “Os assédios já começaram”, observou o presidente da instituição. “Mas ainda temos muito o que fazer e não podemos ficar na defesa, temos que ir para o ataque em defesa do emprego e renda, onde os pequenos negócios fazem toda a diferença”, acrescentou Afif, ressaltando que uma das vitórias do segmento foi a aprovação pelo Banco Central da Sociedade de Crédito Direto (SCD), que vai possibilitar aos empresários obter empréstimos por meio de fintechs.
 
O presidente do Sebrae lembrou ainda que o Congresso Nacional foi um dos parceiros importantes do Sebrae nos últimos anos. “Foi no Legislativo que obtivemos alterações e o aperfeiçoamento da legislação e com quem contamos na nossa missão de formular políticas públicas em defesa do segmento”, afirmou. Ao se despedir dos dirigentes estaduais do Sebrae, ele recebeu elogios e agradecimentos de vários diretores-superintendentes. “É uma pessoa reconhecida em todo o Brasil pelo trabalho em prol das micro e pequenas há 40 anos. Sempre cuidou do nome do Sebrae, além de ter dado respaldo a todos nós”, afirmou o presidente da Abase, Vitor Roberto Tioqueta, do Sebrae do Paraná.
 
“Temos uma profunda gratidão pelo presidente Afif e tivemos dele um grande aprendizado pela sua atuação no Sebrae”, afirmou Igor Montenegro Celestino, dirigente do Sebrae em Goiás. “O Brasil precisa de um homem como você, pois não tínhamos reconhecimento da sociedade e hoje o Sebrae é uma das poucas instituições que passou a ter esse reconhecimento”, acrescentou José Cabral Ferreira, da Bahia.