Presidência

Heloisa Menezes substitui Afif na presidência do Sebrae

Afif se licencia e diretora técnica da instituição, Heloisa Menezes, assume a presidência do Sebrae, a partir desta quinta-feira (7)

O presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, se licencia da instituição nesta quinta-feira (7), para disputar a convenção de seu partido visando às próximas eleições. “Minha trajetória em defesa do empreendedorismo e dos pequenos negócios me impõe o desafio de empunhar, na campanha que se aproxima, as bandeiras liberais que me norteiam há 40 anos e que podem contribuir para um futuro melhor para o nosso País”, afirmou Afif em nota divulgada aos colaboradores do Sebrae.

Em seu lugar assume a diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes. “O Sebrae vai manter seu direcionamento e estratégia, no sentido de dar o melhor aos pequenos negócios, buscando sempre um ambiente mais favorável e justo. Ao mesmo tempo, vamos acelerar a transformação digital do Sebrae para torná-lo mais próximo dos pequenos negócios, seja na plataforma digital, seja em todos os pontos de atendimento presencial Brasil afora”, disse a diretora técnica ao assumir a presidência da instituição.

Heloisa Menezes conta com mais de 20 anos de experiência em projetos de política industrial, inovação e tecnologia. Ela também foi secretária do Desenvolvimento da Produção, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, além de diretora de Relações Institucionais da Confederação Nacional da Indústria (CNI), superintendente do Instituto Euvaldo Lodi-MG e gerente de Assuntos Econômicos da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). Também dirigiu o Instituto Metas e a área de Planejamento Regional e Setorial da Secretaria de Estado do Planejamento de Minas Gerais.

Leia a íntegra a nota de Guilherme Afif Domingos:

“Comunico que, a partir desta data, estou me licenciando da Presidência do Sebrae Nacional, em respeito à legislação eleitoral vigente.

Como um dos fundadores do PSD, pretendo disputar a convenção do partido que irá escolher o candidato à Presidência da República, em data ainda a ser definida.

“Minha trajetória em defesa do empreendedorismo e dos pequenos negócios me impõe o desafio de empunhar, na campanha que se aproxima, as bandeiras liberais que me norteiam há 40 anos e que podem contribuir para um futuro melhor para o nosso País.”