Sebrae Acesse o Portal Sebrae
Você está na ASN

Agência Sebrae de Notícias

 A premiação aconteceu nesta quinta-feira (28/7), durante o Transformar Juntos, iniciativa do Sebrae para debater compras públicas e a simplificação do ambiente de negócios
ASN Nacional 28/07/22 às 19:55
Compartilhe

Confira os ganhadores do Hackaton Compras Governamentais: finalistas levam prêmio de R$ 30 mil

Por Da Redação
ASN Nacional 28/07/22 às 19:55
Compartilhe

As compras públicas e soluções para inserção dos micro e pequenos negócios nos processos licitatórios foi tema do Hackaton Compras Governamentais, maratona de programação que teve a finalidade de desenvolver sistemas inovadores e soluções tecnológicas que contribuam com o desafio do governo federal de digitalizar seus serviços. O resultado da competição foi apresentado, nesta quinta-feira (28/7), durante o Transformar Juntos, iniciativa do Sebrae para fomentar o debate sobre as compras públicas e a simplificação do ambiente de negócios. A premiação do desafio soma o valor de R$ 30 mil, divididos entre os finalistas.

O primeiro lugar foi para o “Intendência Inova – Solução Compras Públicas”, software que usa inteligência artificial para monitorar os preços praticados no mercado. A solução abrange um aplicativo no qual o usuário visualiza toda a trajetória de um produto nas compras públicas. A solução é focada nos preços, pois identificou-se que esse fator é decisivo para entrada das micro e pequenas empresas nos processos licitatórios.

A “Gestar Plataforma Integrativa” ficou com o segundo lugar na competição, ao apresentar uma solução para conectar cooperativas de pequenas produtoras rurais com a administração pública. Segundo uma de suas idealizadoras, Caroline Borges, a ferramenta tem potencial de gerar conexão entre mulheres produtoras rurais e grandes programas nacionais de fomento à agricultura familiar. “Estamos enxergando e visualizando questões que o próprio governo ainda não viu. A Gestar é uma solução que pode impulsionar grandemente a produção rural”, afirmou.

O terceiro lugar do Hackaton Compras Governamentais ficou com a “Licita Smart”, ferramenta que funciona como uma espécie de rede social das licitações. Dentro da plataforma é possível acompanhar os processos abertos com mais aderência com seu nicho de mercado, criar alertas para prazos e principais notificações, garantindo o envio de documentos nos prazos estabelecidos de acordo com o Compras.gov.br. Além disso há suporte jurídico e contábil.

Desmistificando as compras públicas

Para a coordenadora do projeto de Compras Governamentais do Sebrae, Denise Donati, a realização de um desafio para a finalidade de inserir os micro e pequenos negócios nas compras públicas é um marco. “Preciso destacar que as MPE são 99% das empresas brasileiras em atividade, sendo responsáveis por mais de 60% dos empregos de carteira assinada no país. Investir no crescimento delas é sinônimo de investir no crescimento tanto economicamente como socialmente”, destacou.

O diretor de Relacionamento com clientes do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), André de Cesero, elogiou as propostas participantes e corroborou a importância de iniciativas como essa. “São extremamente importantes para o governo, trazem inovações que mostram onde podemos chegar. Nos dá a lucidez de que para o conhecimento não há limites ou barreiras. Parabenizo a todos, não só os vencedores, essa interação aqui é muito rica e com certeza terá bons frutos”, disse.

Por sua vez, o diretor do departamento de normas e sistemas de logística do Ministério da Economia, Everton Santos, observou que licitações públicas ainda são um tema “espinhoso”, que sofre com muitos mitos que precisam ser derrubados. “O Transformar Juntos mostra como há sinergia entre governo, Sebrae, Serpro e tantas outras instituições se movimentando para incluir os pequenos nas compras com um dos maiores clientes do país que é a administração pública”, finalizou.

Sobre o Sebrae 50+50

Em 2022, o Sebrae celebra 50 anos de existência, com atividades em torno do tema “Criar o futuro é fazer história”. Denominado Projeto Sebrae 50+50, a iniciativa enfatiza os três pilares de atuação da instituição: promover a cultura empreendedora, aprimorar a gestão empresarial e desenvolver um ambiente de negócios saudável e inovador para os pequenos negócios no Brasil. Passado, presente e futuro estão em foco, mostrando a evolução desde a fundação em 1972 até os dias de hoje, com um olhar também para os novos desafios que virão para o empreendedorismo no país.

Compartilhe
Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões? Entre em contato pelo [email protected] ou fale com a ASN em cada UF

Notícias relacionadas