Empreendedorismo

Semana Global do Empreendedorismo estimula jovens empresários a transformar a sociedade

No Brasil, evento chega a 850 municípios e conta com mais de 5.000 eventos e meio milhão de vagas

A Semana Global do Empreendedorismo (SGE) 2018, maior celebração mundial voltada para esta temática, teve início com uma ampla programação em todo o país com meio milhão de vagas, adesão de mais de 400 instituições, mais de5.000 eventos e 850 municípios contemplados. A abertura da 11ª edição da iniciativa, que traz como tema “Empreendedorismo Jovem: A Hora é Agora”, foi realizada nesta terça-feira (5), na sede do Sebrae Nacional, com a presença da diretoria da instituição e de parceiros, de autoridades e de diversas figuras representativas para o empreendedorismo brasileiro.

Heloisa Menezes, diretora técnica do Sebrae, ressaltou a importância do jovem empreendedor na construção de uma nova realidade e perspectiva: “A Semana é fundamental para movimentar todo o ecossistema inovador do mundo e, neste ano, focamos nos jovens, que possuem características empreendedoras, que são uma atividade transformadora. Acreditamos que podemos mudar o país, a sociedade e as pessoas por meio do empreendedorismo e educar os jovens para ter uma profissão e não só ter emprego”.

Após a solenidade, que contou com uma calorosa plateia formada por jovens, Welson Alves apresentou o caso de sucesso do Movimento Choice: Ensinando jovens a empreenderem mudanças positivas no mundo, que foca na disseminação e no fomento de negócios de impacto social no Brasil. A Choice tornou-se uma organização independente com o objetivo de expandir sua atuação no apoio e desenvolvimento de jovens.

Em seguida, o Painel “Empreendedorismo Jovem, Inspirações que transformam vidas” recebeu Adriana Barbosa e Felipe Dip. Adriana foi considerada um dos 51 negros mais influentes do mundo em 2017. A jovem é fundadora do Instituto Feira Preta, iniciativa que faz o mapeamento do afro-empreendedorismo no Brasil e atua como aceleradores e incubadores de negócios negros. Já Felipe contou como conseguiu superar suas dificuldades e criou uma escola de idiomas reconhecida internacionalmente – a startup Você Aprende Agora.

Perfil do jovem empreendedor brasileiro
Diante da temática dos jovens da 11º SGE, o Sebrae realizou uma pesquisa com 2.132 empreendedores, de todas as idades e de todo o país, para traçar, pela primeira vez, o perfil do jovem empreendedor brasileiro. O resultado da pesquisa mostra que a ideia de se tornar um empreendedor já está presente bem cedo, tanto que um em cada três empresários (32%) já tinha algum tipo de pensamento nesse sentido, antes de completar 18 anos. Quando considerado apenas o grupo de empresários com até 24 anos, 80% já haviam cogitado se tornar um empreendedor antes dos 18 anos.

Outro dado importante é que quanto maior o porte da empresa, maior a proporção dos empresários que cogitaram iniciar o negócio mais cedo. No grupo das Empresas de Pequeno Porte (EPP), 42% dos empresários cogitaram empreender antes dos 18 anos (este resultado foi 51% maior que entre os MEI, onde apenas 28% cogitaram empreender antes dos 18 anos). O levantamento do Sebrae constata ainda que jovens empresários tendem a ser mais inovadores. Para 16% dos donos de negócios com até 24 anos, as tecnologias, recursos e ferramentas disponibilizadas pelas suas empresas surgiram há menos de um ano. Esse percentual é bem maior que o verificado nos empresários com idade de 25 a 34 anos (9%), bem como dos empreendedores com mais de 35 anos (8%).

A programação está disponível para consulta em www.empreendedorismo.org.br.